terça-feira, 29 de junho de 2010

Hoje...

Hoje o dia está mais amarelo...
Eu adoro dias assim.
Parecem mais vivos.

6 comentários:

  1. Depois do texto abaixo, fico mais tranquilo em saber que enxerga o dia de hoje mais bonito, e vivo! Em dias de chuva, de tempestade interna, lembre-se e sinta a energia do por-do-sol, do tal dia amarelo!

    ResponderExcluir
  2. Como diria Neruda,

    "...Meu amor, nos momentos
    mais escuros solta
    o teu riso e se de súbito
    vires que o meu sangue mancha
    as pedras da rua,
    ri, porque o teu riso
    será para as minhas mãos
    como uma espada fresca.

    À beira do mar, no outono,
    teu riso deve erguer
    sua cascata de espuma,
    e na primavera, amor,
    quero teu riso como
    a flor que esperava,
    a flor azul, a rosa
    da minha pátria sonora.

    Ri-te da noite,
    do dia, da lua,
    ri-te das ruas
    tortas da ilha,
    ri-te deste grosseiro
    rapaz que te ama,
    mas quando abro
    os olhos e os fecho,
    quando meus passos vão,
    quando voltam meus passos,
    nega-me o pão, o ar,
    a luz, a primavera,
    mas nunca o teu riso,
    porque então morreria."

    Teu Riso - Pablo Neruda

    ResponderExcluir
  3. Livinha, little flower...

    eu estou encantada com tanta beleza. Que coisa mais linda esse blog... tinha que vir de você mesmo.
    Eu estou encantada, essa é a palavra.
    Foi você que escreveu o texto? Maravilhoso... belo...

    É impressionante como até a tristeza que às vezes incomoda a alma possui uma beleza divina e viva...
    e se vc estiver tristinha, desejo que seja apenas um momento doce de inspiração da alma. Momento de olhar pra dentro de si e de deixar desabrochar uma nova e linda flower...

    ResponderExcluir
  4. Oh Rafa, brigada linda! Fui eu que escrevi o texto sim. As vezes tenho vontade de escrever o que sinto, por isso criei o blog (acho que é uma forma de externar as emoções). Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir